Com ações voltadas à preservação da mata atlântica e Amazônia, Natura e Ypê empatam

Marcas já dividiram o topo do pódio 'verde' 11 vezes

Nathalia Durval
São Paulo

O que uma marca de beleza pode fazer pelo mundo? Com essa provocação, a Natura lançou novo posicionamento institucional, “O mundo é mais bonito com você”, reforçando seus pilares de desenvolvimento sustentável. Na última campanha, assinada pela agência Africa, convida o público a aderir ao consumo consciente. O mote é “Mais beleza, menos lixo”.

A empresa de cosméticos, que completa meio século, é uma das marcas mais lembradas quando os brasileiros pensam em preservação do meio ambiente, segundo o Datafolha. Ela sobe ao pódio junto com a Ypê, fabricante de produtos de limpeza, em dobradinha que já ocorreu 11 vezes. 

Ambas receberam 5% das citações dos entrevistados. No critério de desempate (“awareness”), permaneceram juntas, devido à margem de erro da pesquisa: Ypê alcançou 7% e a Natura, 6%.

Desde sua fundação, em 1969, a Natura investe em ações que tornam sustentável sua cadeia produtiva: da captação de matérias-primas e produção de frascos com material reciclado ao descarte correto das embalagens. Em seus produtos, valoriza ingredientes da biodiversidade amazônica. 

Pela conservação e disponibilidade das espécies, também fixa limites de produção, respeitando a sazonalidade dos biomas. Mantém, ainda, um programa de geração de renda e inclusão social das comunidades das regiões em que atua.

“Há muitos anos escolhemos o caminho do impacto positivo”, diz Andrea Alvares, vice-presidente de marketing, inovação e sustentabilidade da Natura. “Incluímos métricas de sustentabilidade em nossos processos e junto aos fornecedores.”

Já a Ypê vence pela 13ª vez consecutiva —a marca liderou todas as edições em que a categoria fez parte do Top of Mind

Fundada em 1950 no interior paulista, a Ypê apoia projetos de reflorestamento. Em 2007, iniciou parceria com a SOS Mata Atlântica. Neste ano, segundo a companhia, chegarão a 850 mil mudas plantadas.

“A sustentabilidade faz parte dos principais pilares da Ypê, e a marca está ciente de sua função social e da importância de seu protagonismo na preservação ambiental”, afirma a gerente de energia e sustentabilidade Cinthia de Vecchi Hax.

Dentre as principais iniciativas na área, a executiva destaca o Observando Rios, que forma grupos voluntários para analisar a qualidade da água em 307 pontos dos estados que abrigam a mata atlântica.

A Ypê vem aumentando o uso de materiais reciclados na composição de suas embalagens. No ano passado, 77% do plástico PET que utilizou tinha essa origem. 

Segundo Bia Russo, coordenadora do Relab (Laboratório de Pesquisa em Sustentabilidade e Consumo Consciente) da ESPM-Rio, as pessoas estão se educando sobre o assunto. “Elas vêm se mobilizando, e as empresas precisam ser parceiras na conservação do planeta. Tem que dar match.”

Tópicos

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.